Professor da Ufal analisa a relação entre candidatos e o eleitor nas campanhas online em Alagoas

Padrão

Publicado originalmente no portal Já é Notícia em 23/07/2014 (http://www.jaenoticia.com.br/noticia/9723/Professor-da-Ufal-analisa-a-relacao-entre-candidatos-e-o-eleitor-nas-campanhas-online-em-Alagoas)

Professor Ronaldo Araújo. Foto por Lenilda Luna.

Professor Ronaldo Araújo. Foto por Lenilda Luna.

Em época de campanha política, quando os candidatos buscam todas as formas de comunicação com o eleitorado, as redes sociais recebem uma enxurrada de mensagens partidárias que atraem a alguns e incomodam a outros. Essa utilização cada vez mais intensa da internet como veículo de propaganda política tem sido analisada pelos cientistas sociais e da informação.

O professor Ronaldo Araújo, do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Mestre e Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais, está realizando uma pesquisa sobre participação política, interatividade e engajamento online nas eleições estaduais de Alagoas. O estudo é apoiado pela Social Figures, uma empresa de monitoramento das redes sociais, através do plano acadêmico do BrandCare.

Em artigo publicado recentemente pelo professor Ronaldo Araújo, no blog da Social Figures, ele apresenta [clique aqui para ler o resto da notícia]

CAIITE 2014 – Esclarecimentos

Padrão

Seguem abaixo esclarecimentos com relação aos trabalhos dos discentes selecionados:

  • Todos os integrantes dos trabalhos selecionados deverão se cadastrar no site do Caiite (www.caiite.org) no período de inscrição de 02 a 13 de junho;
  • No entanto, apenas o apresentador vai realizar a inscrição do trabalho aprovado no site. Neste momento ele irá colocar os nomes de todos os autores e o dele como apresentador. Além disso, anexará o trabalho em PDF (resumo e resumo expandido).

Obs: O site ainda não entrou no ar, mas deve entrar em breve.

Professor de Biblioteconomia vai apresentar pesquisa em Istambul

Padrão
Por Lenilda Luna. Publicado originalmente no Portal da UFAL (http://www.ufal.edu.br/noticias/2014/05/professor-de-biblioteconomia-vai-apresentar-pesquisa-em-istambul)


Professor Ronaldo Araújo

Professor Ronaldo Araújo

O professor Ronaldo Ferreira de Araújo, do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Alagoas, está desenvolvendo um projeto no programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, sob a orientação da professora Marlene Oliveira. Os resultados preliminares da pesquisa serão apresentados na 6ª Conferência Internacional sobre Métodos Qualitativos e Quantitativos em Bibliotecas, que acontece entre os dias 27 a 30 de maio, em Istambul, na Turquia.

A Ciência da Informação é área investigada no projeto de tese. Como medir as bases tecnológicas de uma área de conhecimento? E quando essa área em questão não é tecnológica? Essas são algumas das perguntas da tese de doutorado que o professor Ronaldo Araújo desenvolve no programa. A questão é que os profissionais de qualquer área precisam ter conhecimento sobre os recursos tecnológicos para qualificar a atuação profissional. “Trata-se de um estudo cientométrico que procura analisar a tecnologia como assunto de pesquisa e traçar seu panorama identificando os autores e os núcleos temáticos responsáveis pela discussão tecnológica no campo”, informa o pesquisador.

Segundo Ronaldo Araújo, o Livro Verde, da Sociedade da Informação no Brasil, do Ministério de Ciência e Tecnologia, coloca as tecnologias como um dos principais vetores para o desenvolvimento econômico e social. “Há que se refletir sobre o desafio da formação tecnológica e sobre a produção de conhecimentos sobre tecnologia. Pouco se tem dimensionado sobre o que é necessário ter de conhecimento tecnológico para formação em áreas que não são de tecnologia. Antes de ser tornar um médico, o que um estudante de medicina deve saber, ainda que minimamente, sobre o que há disponível para sua atuação profissional, no que se refere aos recursos tecnológicos? A pergunta é a mesma para estudantes de graduação e pós-graduação, das mais diversas áreas de conhecimento”, questiona Ronaldo Araújo.

O pesquisador esclarece que não há uma diretriz nacional que possa servir de parâmetro dessa formação tecnológica em áreas que não são diretamente ligadas ao desenvolvimento de tecnologias. “Assim, pesquisas que lançam um olhar sobre a produção de conhecimento sobre tecnologia da informação, bem como sobre a formação tecnológica, em áreas específicas, como a Biblioteconomia e Ciência da Informação, tornam-se importantes para o cenário nacional, uma vez podem contribuir para melhor compreensão do estágio de desenvolvimento dessas áreas no âmbito da Sociedade da Informação, bem como dimensionar suas bases tecnológicas”, ressalta o doutorando.

Referência para o curso de Biblioteconomia

A aprovação de um trabalho de pesquisa em uma conferência internacional reconhecida na comunidade científica sem dúvida é uma conquista importante para um pesquisador e se reflete positivamente no instituto onde ele atua. “Ter o meu trabalho aprovado para a apresentação em Istambul é um fato condizente com o momento em que vivemos, no qual o Brasil tem despertado o interesse de comunidades científicas internacionais que procuram saber o que se produz e se pesquisa no país”, relaciona o pesquisador.

Assim que concluir o doutorado, o professor pretende retornar ao curso de Biblioteconomia. “Os professores do curso têm demonstrado cada vez mais empenho nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Temos atualmente quatro doutores, três doutorandos e quatro mestres. Estamos passando por um momento de conquistas, as vésperas da entrega do novo prédio, com publicação do primeiro número de uma revista científica, ajustes na elaboração de proposta de curso na modalidade EAD, dentre outras. Já apresentamos uma proposta de especialização junto a Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação e o mestrado certamente está nos planos desse grupo. A proposta se aproxima tão logo o corpo docente se qualifique e tenhamos um número maior de doutores”, projeta o professor.

Link para o site do evento.

Livro “ARQUIVOLOGIA: saberes docentes e discentes”

Padrão
Capa do livro

Capa do livro

ARQUIVOLOGIA: saberes docentes e discentes

Autoras: Rosane S. Alvares Lunardelli; Nelma Camêlo de Araujo; Richele Grenge Vignoli

 ISBN 978-85-7216-665-2

2013, 208 p.

16×23

Os artigos reunidos neste livro, ao apresentarem fundamentos que sustentam a Arquivologia, têm como fio condutor temas relacionados ao campo da atuação dos arquivistas, ou, à práxis, arquivística, em seus variados contextos. Esta publicação tem por objetivo, além de apresentar o produto dos estudos realizados, contribuir para a criação de novos conhecimentos.

Professor de Biblioteconomia apresenta trabalhos em dois congressos internacionais

Padrão

 

O professor Ronaldo Ferreira de Araújo, do Curso de Biblioteconomia do Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes (ICHCA), esteve em Portugal no início do mês de novembro, participando de dois congressos internacionais: o Encontro Ibérico da Associação de Educação e Investigação em Ciência da Informação de Iberoamérica e do Caribe (VI EDICIC 2013), que ocorreu nos dias 04, 05 e 06 de novembro; e o I Congresso ISKO Espanha e Portugal promovido pela International Society for Organization of Knowledge, que ocorreu nos dias 7, 8 e 9 de novembro.

Durante o EDICIC 2013 o professor apresentou o trabalho: “A formação tecnológica nos cursos de Ciências da Informação e da Documentação em Portugal” que é fruto da pesquisa desenvolvida em 2012 no âmbito do Programa de Bolsas lbero-Americanas Jovens Pesquisadores e Professores, patrocinado pelo Banco Santander (Brasil), por meio do Santander Universidades – Assessoria de Intercâmbio Internacional (UFAL) e convênio entre a Universidade Federal de Alagoas e Universidade do Porto. A pesquisa teve como objetivo traçar o panorama da formação tecnológica nos cursos de Ciências da Informação e Documentação, com a supervisão do professor Armando Malheiro da Silva, da Universidade do Porto, e a colaboração da professora Marlene Oliveira (UFMG).

Já no I Congresso ISKO Portugal Espanha, foi apresentado o trabalho “Compartilhamento de vídeos sobre informação em saúde: análise da representatividade da dengue no Youtube”, desenvolvido no âmbito das discussões do Laboratório de Pesquisa em Informação e Informática em Saúde, com o objetivo de discutir informação em saúde, internet e redes sociais, o trabalho. A pesquisa teve a participação do bibliotecário Bruno Silva e da professora Francisca Rosaline Mota.
Os trabalhos podem ser consultados na íntegra nas atas dos respectivos eventos:

Actas do EDICIC 2013 

Actas do I ISKO Portugal Espanha

 

Imagens:

20131104_123125

VI EDICIC 2013

20131108_163635

ISKO Portugal Espanha

Fonte: Ascom/UFAL

Lançado o livro “Arquitetura de Bibliotecas Universitárias: reflexões sobre design e layout dos espaços”

Padrão

JAN_3640[1]Neste dia 28 de outubro de 2013 na VI Bienal Internacional do Livro de Alagoas, a Profa. Dra. Francisca Rosaline Leite Mota e os Bibliotecários Diogo da Silva Mendes e Micheline Maria da Silva Ribeiro lançaram o livro intitulado “Arquitetura de Bibliotecas Universitárias: reflexões sobre design e layout dos espaços”.

O livro representa uma contribuição para os estudos da área de Biblioteconomia, visto que aborda questões essenciais para a estruturação e funcionamento adequado das Bibliotecas Universitárias. Trata de aspectos relacionados às condições de infraestrutura e instalações físicas, acessibilidade, serviços e segurança, priorizando o conforto e maior comodidade dos usuários.

O Livro foi prefaciado pelo Prof. Dr. Emir José Suaiden, um dos maiores nomes da área de Biblioteconomia do País. Na oportunidade, os autores foram prestigiados pelo Magnifico Reitor Prof. Dr. Eurico Lôbo, o Pró-Reitor de Extensão Eduardo Lyra, a Diretora da Edufal Maria Stela Torres Barros Lameiras, o Prof. Marcelo Dantas Aguiar de São Paulo, professores Adriana Lourenço e Marcos Aurélio Gomes do Curso de Biblioteconomia, Alan Jardel e Andrea Pereira do Curso de Letras da UFAL, Junia Meira, Nutricionista do HUPAA/UFAL, além de familiares e amigos.