Projetos de Extensão

Projetos em Andamento

Projeto: Anjos do HUPAA: a arte de contar histórias e outras práticas biblioterapêuticas em hospital de ensino e assitência

Equipe: Profa. Ma. Lívia Aparecida Ferreira (coordenadora), Profa. Dra. Francisca Rosaline Leite Mota (coordenadora adjunta), Enelise Kristhine Santos Silva (bolsista), Ana Patricia da Rocha Lima de Paula (colaboradora), Maria Isabel Fernandes Calheiros (colaboradora), Rosane Ferreira Gracindo (colaboradora), Sarah Lins de Barros Moreira (colaboradora), Vanessa Ferry de Oliveira Soares (colaboradora)

Resumo: O projeto visa à implantação de práticas efetivas em biblioterapia no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA) como forma de ser um estimulo à amenização do sofrimento vivenciado por muitos de seus usuários e de entretimento para seus acompanhantes. Para tanto, capacitará pessoal para integrar e fortalecer o grupo de contadores de história “Anjos do HUPAA”, que já vem desenvolvendo ações nesse sentido em âmbito hospitalar. O fortalecimento do encadeamento das ações biblioterapêuticas por meio atividades culturais e literárias nos ambulatórios e enfermarias, abrirá um campo para o estudo, a prática a pesquisa e a produção de trabalhos acadêmicos em Biblioterapia. As estratégias metodológicas adotarão atividades que serão desenvolvidas no âmbito hospitalar. Como exemplo, podemos destacar a contação de histórias na Pediatria, recitais e distribuição de poesia nos ambulatórios e enfermarias e empréstimos de livros nas enfermarias. Assim os sujeitos beneficiados pelas ações literárias do projeto, além do ganho em favor de sua saúde, terão ainda oportunidade de desencadear aptidões para interagir e evoluir socialmente. O projeto de extensão tem caráter multidisciplinar compreendendo as áreas de Biblioteconomia, Psicologia e Enfermagem.

Financiador: Programa Círculos Comunitários de Atividades Extensionistas Período: 2016-2017

 

Projeto: Do agogô ao beatbox: racismo e cultura hip-hop em Maceió

Equipe: Profa. Ma. Adriana Lourenço (coordenadora) e Ana Paula Palamartchuk (integrante)

Resumo:  Este projeto promoverá a criação de canais de interlocução entre comunidades com índices mais elevados de violência e que atingem diretamente a população negra e jovem, seus grupos de hip hop, a produção acadêmica da UFAL, as Escolas Públicas.

Financiador:                                                                                                Período: 2014-

 

Projetos Concluídos (último triênio)

Projeto: A literatura de cordel incentivando a leitura

Equipe: Profa. Ma. Adriana Lourenço (coordenadora) e Prof. Me. Iuri Rocio Franco Rizzi (integrante)

Resumo: Sendo a Literatura de cordel uma forma de cultura popular principalmente do povo nordestino e a necessidade de se incentivar a leitura principalmente na região Nordeste do Brasil por figurar dentre as regiões do país que menos lê, propõe-se projeto de extensão que se utilize da Literatura de Cordel como meio de incentivo à leitura para crianças de duas instituições que atendem crianças em risco social na cidade de Maceió-AL.

Financiador:                                                                                     Período: 2012-2014

 

Projeto: Memória e cultura popular em Alagoas: elaboração do Guia de Acervos do Museo Théo Brandão de Antropologia e Folclore

Equipe: Profa. Dra. Maria de Lourdes Lima (coordenadora), Prof. Me. Iuri Rocio Franco Rizzi (integrante), Fernanda Rechenberg (integrante), Cristiane Cyrino Estevão Oliveira (integrante) e Júlio César Chaves (integrante)

Resumo: O projeto atual (PAINTER 2014-2015) sinalizou nos seus objetivos elaborar um Guia de Acervos do Museu Théo Brandão/MTB. As atividades do Projeto contemplaram leituras bibliográficas sobre o MTB (instituição), os titulares das Coleções Théo Brandão/TB, Duda Calado/DC) e sobre conhecimentos específicos nas áreas de arquivo, fotografia e museu. As leituras foram complementadas com a realização de Oficinas de Conservação Preventiva de Documentos que resultaram, posteriormente, em uma intervenção direta sobre os diferentes tipos de documentação, a saber: textual (arquivística e bibliográfica), fotográfica e museológica. No caso específico de documentos bibliográficos: higienização e levantamento de dados referentes à produção bibliográfica de TB e sobre TB; documentos de arquivo: deu-se continuidade à higienização de documentos, não concluída durante o projeto anterior (Painter 2013/2014), sendo também produzida uma listagem dos documentos e a confecção de caixas para o acondicionamento deles; documentos fotográficos: foram higienizados 17 álbuns e 78 fotografias vinculadas à documentação institucional, além da elaboração de 08 verbetes; documentos museológicos: foi realizado um levantamento parcial de dados para o preenchimento de Fichas de Inventário correspondentes à Coleção dos Ex-Votos e à Coleção Afro-Brasileira, de modo a documentar as Coleções optou-se por um registro fotográfico destas, finalmente foram elaborados 12 verbetes referentes à Coleção Afro-Brasileira. Observou-se que as atividades realizadas entre 2014 e 2015 sofreram um processo de descontinuidade, em razão da Greve de Docentes e Técnicos, ocorrida ente 28 de maio e 13 de outubro/2015, o que resultou em uma redução de mais de 30% do período previsto para a execução total do Projeto. Em relação aos dados coletados, tem-se um quadro geral dos quatro recortes acima, delineados a partir dos diferentes tipos de documentos. Quanto aos resultados e conclusão, espera-se que as atividades de conservação preventiva, a identificação dos documentos e o levantamento de dados venham contribuir com a implantação de um Programa de Gestão de Acervo, complementado pela adoção de uma Política de Preservação Documental, no âmbito da instituição MTB.

Financiador:                                                                                     Período: 2014-2015

 

Projeto: Memória e cultura popular em Alagoas: preservação, organização e uso dos acervos documentais do Museo Théo Brandão de Antropologia e Folclore

 

Equipe: Prof. Me. Iuri Rocio Franco Rizzi (coordenador), Fernanda Rechenberg (integrante) e Wagner Diniz Chaves (integrante)

Resumo: Trata-se de uma proposta para realizar atividades integradas de ensino, pesquisa e extensão, voltadas para a preservação, uso e disseminação da documentação manuscrita, impressa e fotográfica do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore. Contará com atividades como higienização, levantamento e inventário e análise e estudo para fomento às pesquisas e estudos. Além dos bolsistas, prevê-se a participação de outros alunos matriculados nas disciplinas ministradas pelos professores proponentes, notadamente de alunos da Biblioteconomia e Ciências Sociais, além de História, Letras e demais interessados. Como resultado espera-se que se tenha avançado no acondicionamento correto dos documentos, bem como no tratamento técnico voltado para o uso e disseminação deste importante patrimônio cultural alagoano, favorecendo a apropriação desta documentação por parte de diferentes segmentos sociais.

Financiador:                                                                                     Período: 2013-2014

 

Projeto: Òde Ayé Conectado: narrativas dos movimentos sociais afroalagoanos na web

Equipe: Prof. Me. Ronaldo Ferreira de Araujo (Coordenador), Ianá Priscilla de Oliveira Silva (bolsista), Jullieth Kellyn da Silva Gois (bolsista), Carolina Cavalcante Lins Silva (bolsista), José Ricardo dos Santos (voluntário – extencionista), Jackson Lins da Silva (técnico – colaborador; convidado externo)

Resumo: O projeto é um desdobramento do projeto “A identidade afro-alagoana e o ativismo online: (inter)ações do movimento negro de alagoas na web”, desenvolvido de julho de 2011 a julho de 2011, dento do Programa Òde Ayé 2011. Os resultados da edição anterior demonstraram que os ambientes como microblogs e perfis/páginas em redes sociais na internet foram pouco representativos, sendo assim, o caminho trilhado foi o de um recorte feito a partir do mapeamento dos blogs do movimento social negro de Alagoas. Na continuidade da investigação, percebe-se certo crescimento, ainda que tímido no uso de outras mídias sociais e firma-se um contínuo e intenso uso dos blogs na divulgação de suas pautas e no ciberativismo.

Financiador: Núcleo de Estudos Afrobrasileiros (NEAB) – Programa de Ações Afirmativas da Universidade Federal de Alagoas Período: 2013-2014

 

Projeto: O incentivo à leitura por meio da hora do conto

Equipe: Profa. Ma. Adriana Lourenço (coordenadora) e Profa. Ma. Nelma Camêlo de Araujo (integrante)

Resumo: Projeto desenvolve ações de contação de histórias em instituições educacionais formais e não formais com o objetivo de incentivo à leitura.

Financiador:                                                                                     Período: 2012-2014

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s