Arquivista da Funarte fará palestra sobre digitalização de acervo fotográfico

Por Jacqueline Batista – jornalista colaboradora. Publicado originalmente no Portal da UFAL (http://www.ufal.edu.br/noticias/2013/09/arquivista-da-funarte-fara-palestra-sobre-digitalizacao-de-acervo-fotografico)

 

O arquivista e fotógrafo da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Richam Samir, vai proferir a palestra “Digitalização de acervos fotográficos: a experiência de trabalho no Centro de Conservação e Preservação Fotográfica”. O evento é aberto ao público (não é necessário fazer inscrição) e acontece no auditório do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore (MTB), da Universidade Federal de Alagoas, na próxima quinta-feira, 12, às 9h.

A palestra é resultado do convênio firmado entre o MTB e o Centro de Conservação e Preservação Fotográfica (CCPF/Funarte), e integra as atividades do Programa de Ações Interdisciplinares (Painter) da Ufal.

O Painter é desenvolvido no MTB com o objetivo de preservar e disseminar a documentação manuscrita, imprensa e fotográfica. O programa intitulado “Memória e cultura popular em Alagoas: preservação, organização e uso dos acervos documentais do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore”, é coordenado pelo professor de Biblioteconomia, Iuri Rizzi.

A Ufal e a Funarte assinaram, em maio deste ano, um protocolo de intenções que estabelece uma parceria entre as duas instituições. De acordo com o documento, o protocolo “formaliza a parceria entre as partes, nas atividades específicas decorrentes das ações de preservação, digitalização e difusão do acervo fotográfico do Museu Théo Brandão, visando ao tratamento de conservação fotográfica integrante do referido acervo, por meio da conjugação de esforços”.

Na prática, há quase dois anos, o MTB já vem estabelecendo uma relação com a Funarte, por meio do programa “Folguedos Populares”. No entanto, o documento, assinado pelo presidente da Funarte, Antônio Grassi, e pelo reitor da Ufal, Eurico Lôbo, oficializou essa parceria.

Com o convênio, a Funarte vai oferecer apoio técnico e institucional para a realização das ações de preservação, conservação, digitalização e difusão do acervo fotográfico do MTB. A vinda do arquivista e fotógrafo é a primeira ação nesse sentido. Além da palestra, Samir vai realizar uma oficina de formação com os bolsistas, com uma visita técnica ao acervo do Museu.

De acordo com o protocolo de intenções, uma das atribuições da Ufal é atender a outras instituições da região, quando solicitado pelo CCPF. A ideia é que a universidade, por meio do MTB, seja um centro de referência e difusão de informação sobre preservação de acervos fotográficos.

“O protocolo é uma formalização importante de uma relação que já vem acontecendo há cerca de dois anos, com o intercâmbio entre professores e técnicos de ambas as instituições. Quando iniciamos o trabalho, o apoio do CCPF foi fundamental para nortear nosso passo a passo na recuperação do acervo. Pretendemos, com a assinatura deste convênio, que a parceria entre MTB e CCPF possa ajudar na disponibilização destas imagens e beneficiar também outras instituições do Estado”, explicou a professora do Instituto de Ciências Sociais (ICS), Fernanda Rechenberg, coordenadora do acervo fotográfico do Museu.

Mais informações pelos telefones 3214-1710 e 3214-1713.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s